Como contabilizar empréstimos em moeda estrangeira?

Contabilizar operações em Dólar e Variação Cambial decorrente de Contrato de Crédito em moeda estrangeira parece simples, no momento do recebimento do crédito, basta converter o montante negociado pela taxa de câmbio do dia do fechamento da operação para obter os valores em reais.

Como contabilizar empréstimo com carência?

Os juros em operações com carência de pagamento de principal e juros, devem ser contabilizado: Debitando o resultado (juros), levando a crédito do passivo na conta de empréstimo, ou devo lançar a débito de juros a transcorrer(p) e crédito de empréstimos(p), pois neste período a dívida só vai ser recomposta e não existe ...

Como contabilizar empréstimos e financiamentos?

Todos os empréstimos e financiamentos contraídos pela empresa, cujo prazo de pagamento final seja inferior a um ano, contado a partir da assinatura do contrato, deverão ser registrados contabilmente no Passivo Circulante.

Como contabilizar o imposto de importação?

O custo de aquisição dos bens importados destinados ao ativo imobilizado será composto do preço de aquisição do bem, acrescido do imposto de importação, dos impostos não recuperáveis, assim como os demais gastos realizados com o desembaraço aduaneiro, transporte e seguro.

Como contabilizar o empréstimo?

Para declarar empréstimos contraídos junto a instituições financeiras ou pessoas físicas, vá até a ficha Dívidas e Ônus Reais e selecione o código correspondente: 11 para banco (estabelecimento bancário comercial), 12 para sociedades de crédito, financiamento e investimento (como as financeiras), e 14 se a sua dívida ...

Como contabilizar antecipação de empréstimo?

A taxa cobrada em uma antecipação é calculada a juros simples e aplicada sobre o valor líquido da transação e é proporcional ao tempo em que a parcela está sendo antecipada. Essa taxa é mensal, mas o cálculo é feito com taxa diária (taxa mensal/30).

Como contabilizar juros prefixados de empréstimos?

Já os juros pré-fixados incidentes sobre o empréstimo serão lançados em conta redutora denominada "Juros a Transcorrer", também no Passivo Circulante (PC) ou Passivo Não Circulante (PNC), para apropriação futura como despesa, em função da fluência do prazo.

Como contabilizar parcelamento de IRPJ?

A contabilização é realizada na conta de despesas tributárias e não na conta de dedução da receita, pois o parcelamento confessado no exercício é despesa tributária do exercício e não cabe o registro contábil na conta dedução de Receita por não estar relacionada com a receita.

Como contabilizar compra de ativo imobilizado financiado?

Quando há aquisição de bens para o ativo imobilizado através de financiamentos (como o Finame), deverá ser considerado como custo a ser ativado o preço total constante da nota fiscal do fornecedor, acrescido de outros dispêndios, como por exemplo, o frete e o seguro cobrados à parte.

Imperdível também, confira...

Assine nossa newsletter

Receba as melhores postagens, dicas e ofertas por email